(19) 3255-1850 | (19) 996181212
campinas@alubrat.org.br

Blog

Texto: JOANA D’ARC

JOANA DARCOh, as chamas seguiram Joana d ´Arc quando ela veio a cavalo pela escuridão.
Não havia lua para clarear sua armadura. Nenhum homem para ajuda-la a passar essa noite escura e fumarenta.
Ela disse: “Estou cansada da guerra.  Quero o tipo de trabalho que tinha antes.  Um vestido de noiva – ou algo branco –  para vestir sobre meu ventre intumescido”.
Bem, alegra-me ouvir você falar assim.. Tenho acompanhado sua marcha o dia inteiro.
E há algo em mim que deseja possuir. Uma heroína fria e solitária como você.
E quem é você?, disse ela com firmeza para aquele que esta sob a fumaça. Ora eu sou o fogo, ele replicou, e amo sua solidão, e amo seu orgulho.
Bem, então, fogo, torne seu corpo frio, vou entregar o meu para você pegar “E dizendo isso, ela nele se lançou para ser a sua, para ser a sua única noiva.
Então nas profundezas de seu coração ígneo, ele engoliu o pó de Joana D´Arc, pendurou as cinzas de seu belo vestido de noiva.
Foi nas profundezas de seu coração ígneo que ele engoliu o pó de Joana D´ Arc; e ela então entendeu claramente: Se ele era fogo, oh, então ela devia ser madeira!
Eu a vi estremecer, eu a vi chagar; Eu vi a glória nos olhos dela.
Quanto a mim, anseio por amor e luz, Mas tem ele de vir tão cruel, tem ela de vir tão clara?

Deixe seu comentário

EnglishFrançaisPortuguêsEspañol

Pin It on Pinterest

Share This