(19) 3255-1850 | (19) 996181212
campinas@alubrat.org.br

Blog

CONEXÕES TRANSPESSOAIS E INTEGRAÇÃO

Vera P. Saldanha

A ABORDAGEM INTEGRATIVA TRANSPESSOAL (A.I.T.) é uma abordagem que apresenta um método em Psicologia Transpessoal de autoria de Vera Saldanha validado academicamente.

Método que pode ser aplicado individualmente ou em grupo em distintas áreas da psicologia como a clínica, a educação, organizações, instituições entre outras. Além disso traz uma didática de ensino própria. Tese de Doutorado (2006) UNICAMP – Faculdade de Educação (F.E.) no Departamento de Psicologia do Desenvolvimento, na linha de Pesquisa em Psicologia Genética, Psicodrama e Psicologia Transpessoal com o título de Didática Transpessoal. Pode ser lido na integra em seu livro, Psicologia Transpessoal – Ed. UNIJUI. Também está disponível na Biblioteca on line da UNICAMP.

O profissional trabalha neste contexto usando o método Integrativo Transpessoal A.I.T.  (Saldanha), o qual tem um enfoque fenomenológico. É uma abordagem humanista, transdisciplinar. O termo integrativo se refere a integração teórica, assimilativa e fatores comuns em Psicologia.

É uma tese que faz parte de nossa trajetória profissional, na qual desde o início tivemos um olhar atento para os contextos clínicos no qual se obtinham os melhores resultados. Isso nos levou a inúmeras formações na área clínica, além de supervisões e do próprio processo terapêutico. Nossa formação passou pelo enfoque comportamental vigente na ocasião, assim como psicanálise, análise junguiana, psicodrama, hipnose, terapias regressivas, psicologia transpessoal, psicologia cognitiva, positiva entre outras.

Este percurso e o desejo de aprimoramento continuo nos levou a elaborar uma sistematização teórica e uma metodologia de aplicação que pudesse ser replicado por outros profissionais que partilhavam uma visão antropológica na qual a espiritualidade é parte integrante de nossa humanidade, necessária a transformação , aprimoramento e despertar da consciência bem como aos processos de cura, qualidade de vida e bem estar. Tal intento na qual espiritualidade foi se consolidando a partir da supervisão que ministrávamos em São Paulo em 1987, bem como uma formação que criamos na área da Psicologia Transpessoal em vários estados do Brasil, nesta ocasião; ministrando-a em Portugal no ano de 1991.

Em 1996 lançamos o livro “A Psicoterapia Transpessoal”, no qual descrevemos sucintamente este enfoque aplicado à clínica denominado de Terapia Integrativa Transpessoal nome este adotado por muitas pessoas que fizeram nossa formação em Brasília, no Sul, Sudeste e Nordeste. Na formação desta abordagem utilizamos um método desenvolvido por nós para o ensino deste referencial. Desta experiência constatamos três aspectos relevantes em nossos clientes e alunos.

  1. Resultados exitosos e promissores na área clínica
  2. Uma aprendizagem nos cursos de formação revolucionária, pois oportunizava aos alunos uma transformação pessoal, além de aquisição de conteúdo. Nesta ocasião era bastante inovador e diferenciado associar ao conteúdo programático aspectos vivenciais relacionado a dimensão intrínseca do sujeito que aprende, sobretudo sendo para um profissional formado; as aulas limitavam-se a exposições teóricas e provas, no máximo interações argumentativas sem o qual vivências dos conteúdos teóricos, principalmente relacionado a aspectos pessoais e reflexões.
  3. Uma clareza cada vez maior na compreensão dos elementos teóricos, métodos, processos e etapas na aplicação deste referencial não só na clínica, mas também em educação e empresas. Não só para exercícios que havíamos criado, mas para outros também; assim como não só para a própria prática de A.I.T. mas distintos enfoques humanistas que desejassem dar uma orientação transpessoal ao seu trabalho.

A partir destas constatações, decidimos então submeter este trabalho a uma avaliação acadêmica.  Fizemos mestrado, e doutorado na Unicamp passando a denominar de Abordagem Integrativa Transpessoal (AIT) tornando mais robusto seu embasamento teórico, aplicado também à educação, não só na clínica. Nosso primeiro curso de formação no ano de 1987, compreendia sete módulos. Até então ministrávamos também curso de psicodrama com orientação transpessoal. Em 1997 além da região Sudeste e Norte passamos a ministrá-la no Sul e Nordeste, ampliando mais três módulos de Treinamento e Técnica de Percepção I, II e III e Supervisão. A partir de 2001, estruturamos o eixo norteador desta pós-graduação com a Abordagem Integrativa Transpessoal totalizando 11 módulos, e os restantes com disciplinas complementares, formando a grade curricular desta Abordagem. Hoje muitos professores desta pós-graduação foram ex-alunos, que veem trazer sua imensa contribuição relacionada à AIT com muita propriedade.

Configura-se para nós um enfoque em Psicologia no qual integra-se a dimensão física, psíquica mental e espiritual, assim como vivências em diferentes níveis de consciência, assim como integração teórica e fatores comuns com outras abordagens, ampliando-as.

Nossa formação tanto no âmbito pessoal como profissional continua. Entre outros já fizemos cursos de Constelação Familiar, Psicologia Cognitiva, Psicologia Positiva e Coaching Positivo, sempre buscando alinhar e aprimorar este trabalho. Contudo o eixo central da AIT cada vez mais se evidencia como pertinente e adequado ao seu propósito contribuindo inclusive na inclusão destes referenciais humanistas da psicologia para que sejam aplicadas com o uso desta metodologia.

Em nosso contato com profissionais que fizeram a formação conosco ou outras pós-graduação em Psicologia Transpessoal percebemos também que a prática, supervisão, treinamento e atualização são essenciais para o aprimoramento técnico e perceptivo do profissional que aplica esta Abordagem, sobretudo na área clínica e deseja ter êxito em sua jornada. Assim é relevante a Continuidade e o Aprimoramento no seu fazer, em uma área tão nobre, e vasta como a da consciência humana por meio desta Abordagem Integrativa Transpessoal.

São essenciais ao aprendizado, desenvolvimento aprimoramento de percepção, proatividade profissional destes encontros. A extensão em AIT tem como meta possibilitar que todos os presentes sejam partícipes deste aperfeiçoamento, alcançando cada vez mais maestria e excelência profissional.

Deixe seu comentário

EnglishFrançaisPortuguêsEspañol

Pin It on Pinterest

Share This