(19) 3255-1850 | (19) 996181212
campinas@alubrat.org.br

Blog

A Abordagem Integrativa Transpessoal e o Ambiente Empresarial

A grande maioria das pessoas passa a maior parte do tempo acordados trabalhando, não importa no que trabalham e nem onde trabalham, mas certamente este ambiente está contextualizado com objetivos e negócios a serem concretizados, cobranças por resultados, prazos a serem cumpridos, pressões de todos os lados; metas a serem atingidas e muito mais…

Pergunto: “Isso é confortável?”

É provável que sua resposta seja não, entretanto faz parte do dia a dia do ambiente empresarial, onde as pessoas muitas vezes não são escutadas, não se permitem sentir, nem tão pouco são encorajadas a expressar o que sentem, ocasionando um grande estresse.

Conviver com a pressão no ambiente empresarial é algo inevitável, o que há de se ter cuidado é conviver com a tensão, pois os desafios de estar sempre conectado, ser cada vez mais ágil, estar preparado para o inesperado e trazer os resultados planejados são exigências essenciais atualmente.

Sentimentos como medo, raiva, tristeza e alegria são inerentes ao ser humano em qualquer contexto, então por que não acompanhariam também o ambiente empresarial?

A Abordagem Integrativa Transpessoal é um conhecimento desenvolvido por uma prática profissional, fundamentado em pressupostos da Psicologia Transpessoal e validade em pesquisa acadêmica (Saldanha, 2006-UNICAMP)*. Integra a experiência pessoal aplicada de forma dinâmica, e ao meu ver, vem dar fôlego e oxigênio a muitos autores da Psicologia Transpessoal e áreas correlatas, que têm uma perspectiva além da separatividade, da fragmentação do ser humano, com uma visão do Ser integrado; que tem em si todos os recursos para pensar, sentir, agir e se conectar com o todo de forma harmônica.

Não raro recebo em consultório líderes e liderados que se encontram completamente fragmentados por acreditar que para alcançar seu sucesso dentro da organização precisam ser alguém que não eles mesmos. Em sua grande maioria acreditam que precisam ser aquilo que o outro acha que eles deveriam ser. Com isso surge um mix de sensações desconfortáveis, sofrimentos e até patologias, resultado de uma autocobrança muito acima de seu limite.

A didática da Abordagem Integrativa Transpessoal oferece com seus recursos a possibilidade e a oportunidade do funcionário ter mais consciência de seus recursos internos, e com isso valorizar os seus comportamentos tanto quanto irá valorizar os processos internos da empresa.

Como Terapeuta Transpessoal e Organizacional já tive inúmeras oportunidades de aplicar os recursos transpessoais dentro das empresas gerando um núcleo de aprendizagem, confiança mútua e sobretudo transparência na comunicação, pois se eu me sinto seguro em me mostrar como realmente sou o outro não precisará interpretar minhas atitudes, elas são de fato o jeito como eu funciono.

Termos consciência de que somos diferentes e podemos somar exatamente por esta razão, é primordial para se quebrar crenças de que as pessoas conseguem excelentes performances tendo os mesmos comportamentos.

“ Cada indivíduo é único e pode enxergar sob a ótica de outro estado de consciência, nem por isso mais certo ou mais errado, apenas diferente”

– Dra. Vera Saldanha

Com a Abordagem Integrativa Transpessoal tive uma linda oportunidade de levar aos meus clientes técnicas transpessoais estimulando a Razão, Emoção, Intuição e Sensação dos colaboradores, validando a espontaneidade e a criatividade do ser humano, promovendo autodescoberta, favorecendo a expressão de potenciais e consequentemente trazendo resultados satisfatórios para a empresa e realização pessoal.

É possível fazer o que se ama e amar o que se faz!

A atitude de se permitir sentir, mesmo dentro de ambientes cheio de máscaras, é um dos caminhos para que isso se torne possível, fortalece e empodera o colaborador e a organização.

Fabrizio Saiter*
Terapeuta Transpessoal e Organizacional e Coach de Pontos Fortes
CRT:49990

Deixe seu comentário

Pin It on Pinterest

Share This