(19) 3255-1850
campinas@alubrat.org.br

Blog

Memórias Transpessoais

por Rita Karina Nobre Sampaio

Iniciei a jornada na Alubrat com um misto de ansiedade, curiosidade e alegria. Não sabia nada sobre picologia transpessoal, fui convidada por uma amiga que havia feito o curso.  Iniciei no segundo módulo: “Eneagrama da Personalidade e eneagrama sagrado”… Ene o quê? Foi quando todas as minhas resistências acadêmicas, meus saltos psicológico, metodológico e científico me calçaram. Não foi fácil, em muitos momentos eu pensava: O que estou fazendo aqui? É tudo muito “divertido”, mas como uso isso na “prática”? Qual a base científica disso? Como passar de cada encontro, as experiências e reflexões foram desarmando, lentamente, cada resistência. O tom de voz, a fala ritmada, o conhecimento profundo, a amorosidade de cada professor me fizeram expandir e resignificar, com prazer, muitos “achismos” e conhecimentos enlatados e engessados.

Hoje, com distanciamento, posso dizer que o mestrado moldou e impactou minha vida cognitiva e deu base para o meu ser profissional. Mas, na pós-graduação em psicologia transpessoal, dialoguei com meu inconsciente, dialoguei comigo… Fui gentilmente conduzida pelas sete etapas, entre momentos de identificação e desidentificação, fui me transformando, mais do que isso, me transmutando, de forma consciente e integrada em todas as esferas da minha vida. A transmutação da pessoa, levou a mudança da psicóloga, da professora, da filha, da irmã, da esposa, da amiga, da cidadã, do espírito… Um dos maiores presentes, do curso, foi o encontro com a beleza do ser humano, com os amplas estados e possibilidades que o desenvolvimento humano pode alcançar, mesmo diante de sombras, de adoecimentos ou “limites”.

Caro leitor, se procura uma especialização que movimente apenas seu eu racional e social, esse espaço talvez não seja indicado. Pois, na Alubrat a compreensão racional, intelectual é um aspecto que, apenas ganha utilidade, quando harmonizado pela vivencia da emoção, da sensação e da intuição. Afinal, somente consigo conduzir os outros se também percorri o caminho.

Queridx leitxr, eu o convido, permita-se ser surpreendido por você mesmo! Gratidão, uma profunda reverência a todos e Namastê!

Abraços fraternos e saudosos.

Rita Karina Nobre Sampaio

Psicóloga clínica, docente nos cursos de psicologia, pedagogia e gestão de RH, supervisora de estágio clínico em psicologia.

Contato: rkarinans@gmail.com

Deixe seu comentário

Pin It on Pinterest

Share This